Compartilhe
Ir em baixo
Renata Vaz Ferreira
Convidado

Análise Saviani

em Ter Jan 16, 2018 7:17 pm
Quando o jornalista traz a expressão de Saviani de que "o ponto de referência da educação seja o compromisso de transformação da sociedade em vez de sua manutenção ou perpetuação", penso que a expressão vai ao encontro das ideias de Paulo Freire, que lutava por uma educação popular buscando a emancipação do sujeito e negação a uma educação bancária.
Na entrevista, Saviani deixa bem claro a sua posição referente ao desgoverno de Michel Temer. Ele explicita de forma bastante clara que as medidas tomadas pelo presidente golpista impossibilitam a execução de políticas públicas, como o PNE, que já foram apresentadas e prometidas à população brasileira.
Algo que me chama bastante atenção, é que quando converso com algumas pessoas sobre essa questão da reforma do ensino médio, muitos acham boa a proposta. Geralmente são pessoas que vivenciaram uma educação mais direcionada, ou como o próprio autor fala, "ensino profissional ao povo conduzido e educação às elites condutoras". Acredito que a maioria tenha essa "boa impressão" porque de alguma forma conseguiram ter uma formação e conquistar algo com o valor de seu trabalho,  o problema é essas mesmas pessoas não sentirem-se merecedoras de ter uma qualidade maior de ensino, almejar uma universidade e uma perspectiva melhor vida. Quanto à precocidade na escolha profissional induzida pelas reformas, penso que também é um retrocesso.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum